Resenhando o Livro: A corrida de Escorpião | Maggie Stiefvater

domingo, 24 de janeiro de 2016

Geralmente eu não faço posts aos domingos, mas como eu não postei nenhuma resenha sequer no decorrer da semana, resolvi fazer uma hoje. E é de um livro no qual eu me apaixonei pela história, "A corrida de Escorpião". Só avisando a vocês, que essa semana teremos quadro novo no blog.

Título: A corrida de Escorpião

Personagens Principais: Puck Connolly, Sean Kendrick.

Autora: Maggie Stiefvater

Páginas: 378

Editora: Verus

A história gira em torno de Puck Connolly, uma pobre órfão que sonha em ter uma vida melhor e sair da casa pobre onde mora e Sean Kendrick, um corredor, também órfão, de 19 anos que já ganhou quatro "Corridas de Escorpião". Todo o mês de outubro, cavalos d'água surgem do oceano e vão parar nos penhascos de Thisby, e com isso, são sempre capturados pelos homens, para uma corrida, que não é permitido mulheres, que é descrita como eletrizante e mortal, onde há apenas um vencedor sortudo que sai vivo. As corridas acontecem todo mês de novembro.

Sean Kendrick é um corredor de 19 anos, pronuncia poucas palavras e já ganhou quatro vezes a Corridas de Escorpião, portanto leva uma vida boa com seus prêmios, apesar de ser órfão, e viver com seu cavalo d' água e agora amigo. Puck Connolly é também órfão, que vive com seu irmão mais velho, que está deixando a cidade, e seu irmão mais novo, em uma humilde casa. Com ninguém mais trabalhando na casa, Puck decidi participar da corrida com sua égua, no qual é questionada por toda ilha, já que não é permitido mulheres participantes. 

Por conta disso, Sean a ajuda e passa a defende- la, e acabam se tornando amigos e treinarem juntos para a corrida no qual vão competir. Até pinta um romance, mas acaba sendo deixado de lado. A trama tem o ponto de vista de Puck e Sean, o que a torna mais interessante ainda, e se passa sempre neles pensando em ganhar a tal corrida. O final é surpreendente, coisa que você não imaginava que poderia acontecer. 

Minha opinião: 
Não pense que você não vai gostar só porque tem cavalos e você não gosta deles. A história é eletrizante e apaixonante, no qual de envolve na magia dos cavalos d'água e seus devidos personagens. Dificilmente você vai entender o conflito nas primeiras partes, mas conforme lendo, você irá entender melhor.
Maggie fez o livro de uma forma simples mas muito bem elaborada, onde você vai querer que tenha uma continuação. No começo quando eu terminei, eu pensei nisso, mas depois, analisando melhor, você vai perceber que não há motivo para continuação.

2 comentários:

  1. Esse livro parece ser bem legal. Com certeza entrará na minha lista!
    Parabéns pela resenha, Daniel!
    http://www.penapensante.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que vc não irá se arrepender de lê- lo

      Excluir